CHRISTIAN HAHN EMPLACA MAIS UM TOP10 NA NOVA ZELÂNDIA

CHRISTIAN HAHN EMPLACA MAIS UM TOP10 NA NOVA ZELÂNDIA

Depois de sofrer com escapadas, piloto brasileiro emplacou o nono lugar da prova mais longa do final de semana do Toyota Racing Series

304330_676657_bjp_4582

Christian Hahn acelerando na Nova Zelândia – Foto: Bruce Jenkis

Superação. Esta foi a palavra de ordem para Christian Hahn na disputa da terceira etapa do Toyota Racing Series, em Hampton Downs, na Nova Zelândia. Depois de sofrer com algumas escapadas nas duas primeiras provas do final de semana, o jovem piloto brasileiro patrocinado pela Blau Farmacêutica e Preserv conseguiu emplacar um novo Top10. Largando da 14a posição, Christian escalou o pelotão e cruzou a linha em nono lugar.

“As duas primeiras corridas foram complicadas, acabei saindo da pista em disputas por posição, mas, mesmo assim, consegui completar as provas. Isso foi importante para somar pontos na tabela de classificação. Nossa estratégia era estarmos mais fortes na última corrida, que é um pouco mais longa, e deixamos nossos melhores pneus para esta disputa. Deu certo. Consegui ser rápido o tempo todo, não errei, e essa consistência nos levou a mais um Top10”, explicou o piloto que havia sido o 18o nas duas primeiras corridas da rodada tripla.

Além da conquista de mais um Top10, o quarto em nove provas disputadas no TRS até agora, outra marca do jovem estreante na competição chamou a atenção: com o tempo de 1min00s803, Christian emplacou a quarta melhor volta da corrida, superando nomes de peso, como o do compatriota e terceiro colocado do campeonato Pedro Piquet (1min01s019), do indiano Jehan Daruvala, quarto na tabela e terceiro colocado da prova (1min00s935), e do austríaco Ferdinand Habsburg, atual vice-campeão da Euroformula Open e segundo colocado da prova (1min00s828).

A próxima etapa do campeonato está marcada para os dias 4 e 5 de fevereiro, no Bruce McLaren Motorsport Park, em Taupo. Confira como ficou a classificação do campeonato após três etapas:

1- Richard Verschoor (Holanda) – 539 pontos
2 – Thomas Randle (Austrália) – 517
3 – Pedro Piquet (Brasil) – 483
4 – Jehan Daruvala (Índia) – 410
5 – Marcus Armstrong (Austrália) – 402
6 – Taylor Cockerton (Austrália) – 380
7 – Enaan Ahmed (Inglaterra) – 379
8 – Kami Laliberté (Canadá) – 364
9- Ferdinand Habsburg (Austria) – 342
10 – Brendon Leich (Austrália) – 296
12 – Christian Hahn (Brasil) – 258

 

Fonte: Império Agecon

Anúncios
Esse post foi publicado em Competições, Quatro Rodas. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s