JACK DANIEL’S: OURO LÍQUIDO COM SABOR DE ROCK’N’ROLL

Sua cor dourada, intensa, é inconfundível. Seu sabor encorpado e redondo é inesquecível. E sua companhia é par perfeito para uma session de muito som rolando nas caixas.

jack_daniels-8103

Em setembro de 1850, há 163 anos atrás, nascia uma lenda: Jack Daniel, um dos 13 filhos de uma modesta família da pequena cidade chamada Lynchburg, no Tennessee. Ele foi criado por um amigo da família até ser contratado, aos 7 anos de idade, por Dan Call, um pastor luterano que também era dono de um alambique de whiskey (destilado de cereais), no Rio Louse.

Foi lá, trabalhando nesse alambique, que o garoto curioso aprendeu tudo sobre a fabricação da bebida. Jack foi aprendiz de Nearest Green, o mestre destilador do alambique de Call, e aprendeu a arte de fazer e sazonar whiskey. E sempre achou que dava para melhorar a qualidade e o sabor do produto. Em 1863 o reverendo Call resolveu dedicar sua vida a um só Senhor e vendeu a destilaria para Jack. Ele tinha só 13 anos, mas quando vislumbrava algo bom, tinha um jeito próprio de desenvolver aquilo. Assim foi com o sazonamento a carvão e com a mudança para o Vale de Cave Spring.

Refinando o Produto
Jack acreditava que melhoraria muito a qualidade da sua bebida se submetesse o whiskey recém-destilado a um processo de amadurecimento, filtrando-o através do carvão. Embora esse processo já fosse amplamente conhecido, o tempo que demorava e as despesas que acarretava o tornavam o menos popular entre os produtores da época. Mas, Jack pensava diferente. Ele aperfeiçoou o processo de amadurecimento do whiskey por carvão e até hoje é isso que confere ao Jack Daniel’s seu caráter suave e sabor único.

Como era uma pessoa esperta e antenada, previu que a emergente indústria de fabricação de bebidas acabaria sendo taxada pelo governo. Tratou logo de registrar sua destilaria. Fez isso em 1866 e criou a mais antiga destilaria registrada dos Estados Unidos.

Daí pra frente foi só trabalho e sucesso. Ao completar 21 anos de idade “Mr. Jack” já era um destilador famoso e bem sucedido. Foi até uma loja da cidade e comprou o traje que se tornaria seu uniforme até o fim da vida: uma casaca na altura do joelho, um colete de seda amarelo claro, uma gravata borboleta e um chapéu de aba larga. Ele tinha só 1,52m de altura, mas uma personalidade determinada, uma vez que conseguia algo com que se identificava, nunca mais trocava. É essa personalidade que caracteriza até hoje o seu whiskey.

Começa o Sucesso
Em 1904, o produto de uma destilaria pouco conhecida da rural Lynchburg ganhou a medalha de ouro como “Melhor Whiskey do Mundo” na Feira Mundial de St. Louis, no Missouri. E não parou por aí. Ao longo dos anos, o “Whiskey de Degustação do Tennessee Jack Daniel’s Old No.7” continuou a fazer amigos ao redor do mundo e ganhou uma série de outras medalhas de ouro por sua excelência.

Mas, o “velho Jack” acabou não vivendo o suficiente para saborear todo o sucesso do seu whiskey. Em 1905, um dia ele chegou cedo ao trabalho e tentou abrir o cofre do escritório. Não conseguia lembrar a combinação do segredo e o cofre, claro, não abria. Ele ficou bravo, deu um tremendo pontapé no cofre e quebrou um dedo. Seis anos depois, em 1911, morreu, solteiro e sem filhos, de uma infecção incurável na época (gangrena) instalada no dedo quebrado. A destilaria, deixou para um sobrinho em quem confiava muito, Lem Motlow, que dirigiu a empresa durante os anos negros da Lei Seca (período da história americana em que foi proibida a fabricação e comercialização de bebidas alcoólicas).

Seu aniversário de nascimento é comemorado no mês de setembro, mas sem dia certo, porque um incêndio na cidade destruiu os registros do cartório. Então, os moradores aproveitam e comemoram durante o mês inteiro.

O Que é Whiskey?
A primeira lição sobre whiskey é que a palavra tem duas grafias. Tem gente que escreve whisky e tem gente que prefere whiskey. É só uma questão semântica. Jack Daniel´s é o segundo whiskey mais vendido no mundo, estando entre as dez marcas de destilados que mais crescem atualmente. Os mais refinados ingredientes naturais são usados na sua fabricação: milho, centeio, malte de cevada e água isenta de ferro.

Amadurecimento por carvão é o processo usado para a sua produção. Esse processo consiste em gotejar lentamente o whiskey recém-destilado através de containers gigantescos que contêm cada um 3 metros de carvão bem compactado. Demora dez dias e durante esse tempo o whiskey absorve a essência do carvão, refinando a bebida e conferindo a ela seu sabor e aroma exclusivos.

Depois, enquanto a bebida descansa, “envelhece” nos tonéis, a madeira dos barris respira. Por causa disso, dez por cento do volume de álcool evapora no primeiro ano. Essa evaporação continua a uma taxa de cinco por cento por barril. Um bom whiskey perde cerca de trinta por cento do seu volume original até estar pronto para ser engarrafado.

Os barris onde a bebida fica envelhecendo são feitos de carvalho americano branco porque essa madeira tem a combinação perfeita de compostos para “criar” o sabor do whiskey. Esses compostos são ativados quando o lado de dentro dos barris é queimado. Enquanto a bebida fica no barril, a madeira se contrai e se expande de acordo com a variação da temperatura ambiente e o whiskey penetra e sai da madeira à medida que isso acontece. Os compostos ativados misturam-se ao whiskey e dão à bebida aquele sabor defumado característico e a sua inconfundível coloração âmbar.

Embora continue sendo produzido na pequena cidade de Lynchburg, o whiskey Jack Daniel’s ganha a cada dia admiradores fiéis no mundo inteiro, seduzidos pela sutileza do seu sabor e pelo seu efeito, quase sempre, devastador.

A História da Garrafa
Em 1866 Mr. Jack começou a vender seu whiskey engarrafado em cântaros (uma espécie de garrafa) de cerâmica com tampa de cortiça. Para não ser confundido com a concorrência ele gravava seu nome nos cântaros. Depois, no final da década de 1870, quando as garrafas de vidro viraram moda, ele desenvolveu uma garrafa padrão, redonda, com o nome escrito em alto relevo. Mas, Mr. Jack nunca ficava contente com o primeiro resultado. Seu whiskey amaciado pelo carvão era diferente. Merecia em embalagem também diferente.

Em 1895 um vendedor mostrou a ele um novo desenho de garrafa, exclusivo, ainda não apresentado para nenhum concorrente. Era uma garrafa quadrada com o gargalo alongado. Mais de um século depois ela continua sendo um símbolo inconfundível da qualidade Jack Daniel’s, cheia de personalidade exatamente como a bebida que contém.

Mr. Jack também lançou muitas garrafas especiais, comemorativas, em quantidades limitadas. Ainda hoje a destilaria mantém a tradição e lança de vez em quando garrafas de decantação decorativas, quase sempre homenageando os feitos do seu lendário fundador.

Então, depois de conhecer toda essa história e saber como é feito o “Whiskey de Degustação do Tenneessee Jack Daniel’s Old Nº 7”, nada melhor do que escolher um som e tomar uma dose generosa para acompanhar. Puro e sem gelo, no caubói, como reza a tradição.

O Som Que Combina
O whiskey Jack Daniel’s sempre teve fama de ser a bebida preferida dos caubóis, homens duros e briguentos, que não levavam desaforo pra casa. Bebida de macho. Mas, se a gente lembrar bem, ele também sempre foi consumido pelos músicos – cantores, pianistas, saxofonistas, trumpetistas – que animavam as noites nos saloons. Gente que queria apenas “alegrar o espírito”.

Nascido no berço do blues tem a cara da própria terra e é uma companhia muito apreciada na hora de curtir um som carregado de energia, seja um melancólico blues chorado na gaita, ou um agitado e uivante rock metaleiro vibrando nas cordas da guitarra e nas peles da bateria.

Jack Daniel’s é do Teneessee e esse é o estado da música country. Por isso muita gente acha que ele combina com esse estilo de musica, que também combina muito com o estilo caubói de viver e beber o trago puro, sem gelo e de um gole só, jogado na goela. É clássica a parceria que ele faz com um belo solo de gaita. Um Tennessee Whiskey, de Lynchburg, Tennessee, e a Country Music, de Nashville, Tennessee, têm tudo a ver um com outro… Exemplos clássicos: “If Dallas Was In Tennessee”, de Alan Jackson e “Pancho and Lefty”, de Willie Nelson. Aliás, Willie Nelson é autor de mais um clássico junto com Toby Keith: “Beer For My Horses”, cujo refrão diz o seguinte – “nós levantaremos nossos copos contra as forças do mal, cantando: whiskey para meus homens e cerveja para meus cavalos”. Nesse time country ainda jogam ídolos como George Strait, Alan Jackson, Dixie Chicks, Hank Willimas, Folson Prision Blues, Jonny Cash, Muddy Waters, Allman Brothers, Johnny Winter, Edgar Winter, Jimi Hendrix (não sei se classificado aqui ou no item rock’n’roll), Janis Joplin, até Black Crowes, uma banda mais nova com alma setentista.

Mas, aos poucos, a galera do rock também foi descobrindo a pegada do Jack Daniel’s e ele passou a fazer parte do repertório de show de muita gente, todos praticantes do bom e velho rock’n’roll do final dos anos 60 até meados dos anos 70: Jimi Hendrix (de novo), Grand Funk, Humble Pie, Kiss, Rolling Stones, Pink Floyd, Black Sabbat, Deep Purple, The Who, Led Zeppelin (Jimi Page), AC/DC, Eagles, Yardbirds, Credence Clearwater Revival, Jethro Tull, Rush, Sound Garden, Stepenwolff, Lynyrd Skynyrd, Beatles, Aerosmith, Carlos Santana, só pra citar alguns. É emblemática a figura de Jim Morrison, do Doors, bêbado, gritando na música “Backdoor Man” (ao vivo no dia em que foi preso em New Haven, em 1967), ou o jogo de cena que sempre fazia para cantar “Show me the way to the next whiskey bar!”.
Os clássicos do blues também combinam bem com Jack Daniel’s: B.B.King, Eric Clapton, Steve Ray Vaugh, Ray Charles, John Lee Hooker e George Thorogood, entre outros. Da mesma forma que os papas do jazz: Miles Davis, Chat Baker e Louis Armstrong.

Das bandas da década de 80 e mais recentes, Guns’n’Roses é um grande exemplo, ou alguém nunca viu o Slash com uma garrafa de Jack Daniel’s na mão em cima do palco? King Diamond aparece numa capa do Mercyful Fate com uma garrafa de JD na mão e um charuto da boca. Eddie Vedder, do Pearl Jam, e Van Halen adoram essa bebida e o Metallica tem uma música chamada “Whiskey on the jar”.

O pessoal que gosta de porradaria, já gosta muito de beber Jack ouvindo um grupo chamado Matanza, “o mais puro hardcore country”, música pra beber e brigar. A música “Rio de Whisky” também homenageia a bebida – “lá de cima onde desce o rio de whisky, até lá em baixo nos campos de algodão, são as terras do velho doido Willy, peão da família, matador e beberrão”. Ou vão às últimas conseqüências e lascam Sex Pistols no volume total!

E som brasileiro, combina com Jack Daniel’s? Uma banda carioca sugestivamente chamada Bues Etílicos e o sempre bom e velho Raul Seixas, o “Caubói Fora-da-lei”, combinam, e muito.
Tim-tim! Sem gelo.

Texto: Jotta Santana

Anúncios
Esse post foi publicado em Apresentação e marcado . Guardar link permanente.

8 respostas para JACK DANIEL’S: OURO LÍQUIDO COM SABOR DE ROCK’N’ROLL

  1. lista de email disse:

    the information here is necessary. lista de email lista de email lista de email lista de email lista de email

  2. lista de email disse:

    i totally agree with what’s been written here. thank you for providing and sharing the post. lista de email lista de email lista de email lista de email lista de email

  3. blade and soul gold disse:

    Some genuinely quality blog posts on this web site , saved to my bookmarks .

  4. jottasantana disse:

    Republicou isso em MOTOCANDO… .

  5. недвижими имоти велико търново цени disse:

    I’d have to check with you here. Which is not something I usually do! I enjoy reading a post that will make people think. Also, thanks for allowing me to comment!

  6. едностайни апартаменти за продажба в софия disse:

    WONDERFUL Post.thanks for share..more wait .. …

  7. продажба на едностаен апартамент софия disse:

    I’d have to check with you here. Which is not something I usually do! I enjoy reading a post that will make people think. Also, thanks for allowing me to comment!

  8. продава апартамент квартал витоша disse:

    This really answered my problem, thank you!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s