Só por isso, Eric!

Um dia você vai dormir ensinando e acorda aprendendo …

Por Eduardo Costa Neto

A oportunidade de conviver com Eric Granado é algo para agradecer sempre . Como muitos já sabem a nossa amizade vem de longa data, faz nove anos que vejo esse agora pequeno homem, e mais ainda, grande criança, em cima de várias motos em diversos autódromos do país, acelerando de forma admirável desde as provas do campeonato brasileiro na categoria júnior. E mais recentemente também treinando com a nossa equipe Mobil Rush Racing Team, quando começou sua carreira internacional.

Todo esse tempo curtindo o Eric crescer, garoto amigo, atleta atento, sempre gerou uma ansiedade grande em mim, sempre pensei “um dia ele vai crescer e vamos acelerar juntos!!”.

Pois no ano passado, no autódromo do Rio de Janeiro, eu estava lá quando pela primeira vez, aos 13 anos, ele deu uma voltinha numa moto de corrida maior que sua RS125 de motor dois tempos, e já tão amiga dele que só faltava dormirem juntos. Ele andou de Kawasaki ZX6 R e Triumph Daytona 675, duas poderosas quatro tempos, de pista.

“Nossa como é forte o motor, ela é pesada demais, é diferente… posso andar de novo?”. “Em quanto tempo eu virei ?”… Foi preciso tirá-lo de perto das motos…

Depois disso já neste 2011 o Eric vem treinando com a equipe com muita frequência, com o propósito de ficar íntimo dos motores quatro tempos, de maior torque e maior peso, já pensando no futuro, no mundial de moto velocidade onde os motores de 2 tempos serão substituidos mesmo nas categorias pequenas, a 125 pela MOTO 3, com motores a quatro tempos de 250 cilindradas.

Com a frequência desses treinos começamos a andar juntos, brincando de gato e rato, e nesse momento pude provar o que sempre esperei: estou aprendendo com o Eric!!! Ele tem um traçado limpo e ao mesmo tempo agressivo. E vem me mostrando novos caminhos, até em Interlagos, a pista sede da nossa equipe. Usando técnicas de pilotagem que eu mesmo, com mais de 10 anos nas pistas, não tinha provado.

Acho que vai durar muito pouco tempo eu poder continuar brincando de andar junto com o Eric. Antes do fim do ano, ele correndo na Europa e completando sua recupeção dos problemas que teve no primeiro semestre da temporada, minhas voltas rápidas não serão mais páreo para ele. E ouvirei dele, do menino que não pára de perguntar, “pô Dudu porque você não acelerou?”. Vou ter que responder que é por ele estar muito mais rápido que eu. Só por isso, Eric!

Eduardo “Dudu” Costa Neto
é piloto de motovelocidade
da equipe Mobil Rush Racing Team
e instrutor de pilotagem

Anúncios
Esse post foi publicado em Motociclismo, Textos Dudu. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s